Inauguração do novo Hospital Sanatório de Luanda

O antigo Hospital Sanatório de Luanda agora denominado “Complexo Hospitalar de Doenças Cardio-pulmonares Dom Alexandre do Nascimento”, está a ser inaugurado hoje terça-feira, 30, pelo Presidente da República, João Lourenço, depois da conclusão das obras de reabilitação e expansão.

A capacidade de internamento é de 300 camas, mas o hospital pode atender muito mais pacientes, com e sem tuberculose, no serviço de ambulatório que passa a integrar um departamento de acidentes e emergências, área de fisioterapia e um centro de diagnóstico não invasivo.

O Complexo Hospitalar de Doenças Cardio-Pulmonar Cardial “Dom Alexandre de Nascimento” terá ainda quatro salas de operações e duas de procedimentos de broncoscopia, salas de tomografia axial computadorizada, conhecida por TAC, de ressonância magnética, rádio fluoroscopia, raio-X, um laboratório principal, e laboratórios de cateterismo e relaxamento volumétrico, salas especializadas para operação cardio-pulmonar, de angiografia e de medicina nuclear.

Um serviço de esterilização, uma farmácia e uma morgue fazem parte igualmente do complexo hospitalar, que neste momento tem  538 profissionais de saúde, sendo 25 médicos, 18 angolanos e sete cubanos, 215 enfermeiros e 298 funcionários de apoio.

Estes profissionais vão cuidar de pacientes adultos e crianças com tuberculose multirresistente, alguns dos quais seropositivos. Haverá também enfermarias para pacientes cirúrgicos infectados e não infectados, bem como camas para tratamento intensivo.

Para capacitar os seus quadros, o complexo hospitalar dispõe de um centro de formação equipado com salas de simulações de unidade de cuidados intensivos, de bloco operatório e de múltiplas funções, de Ressuscitação e de simulação de observação, além de uma sala de estudos de casos e um auditório para formação profissional.

Produção de oxigénio

A produção de oxigénio será feita no hospital, igualmente com serviços de refrigeração, energia alternativa, 450 vagas na área de estacionamento e um moderno e atractivo arranjo paisagístico.

O Hospital Sanatório de Luanda foi a primeira unidade sanitária visitada por João Lourenço, após a tomada de posse como Presidente da República.

A cerimónia de inauguração do “Complexo Hospitalar de Doenças Cardio-pulmonares Dom Alexandre do Nascimento” conta, igualmente, com a presença do Vice-Presidente da República, Bornito de Sousa, membros do Executivo, entre outros convidados

Jorna de Angola

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: