Para comprar acções do Caixa Angola é obrigatório ter uma conta custódia no banco

Esta condição resulta do acordo entre a Sonangol e os restantes accionistas, que tinham direito de preferência nesta operação. O objectivo é capitalizar a instituição com mais valias que irão reflectir-se na distribuição de lucros deste ano.

A obrigação de ter uma conta de custódia e conta de depósito à ordem no Banco Caixa Angola (BCGA) para comprar as acções que a Sonangol está a alienar ao público em geral limita a compra a clientes do banco. A conta de custódia ou conta CEVAMA é uma conta de registo individualizado que serve para “depositar” os valores mobiliários (acções, títulos de dívida, unidades de participação, e obrigações corporativas compradas na bolsa de valores) e que estão na carteira (posse) de cada investidor.

Começou na segunda- -feira e termina no dia 16 de Setembro o prazo para candidatar-se a compra das 1.600.000 acções da Sonangol no Banco Caixa Angola (BCGA) destinadas ao público em geral. As principais condições para a compra das acções que a Sonangol está a vender no Caixa Angola é que o candidato a accionista tenha conta de depósito à ordem e conta custódia no banco.

Alguns investidores interessados na compra das acções revelaram ao Expansão que a abertura da conta custódia está a demorar entre 24 horas para quem já tenha conta de depósito à ordem no Banco e até 72 horas para novos clientes. As acções do BCGA estão a ser comercializadas num intervalo entre 4.250 Kz e 5.000 Kz e cada cidadão pode comprar um mínimo de 25 acções ou um máximo de 200.000 acções. As acções à venda são ordinárias e garantem a quem as comprar os mesmos direitos que os outros accionistas do banco, sendo o principal e mais cobiçado direito a receber uma fatia dos dividendos que o banco distribui anualmente aos seus accionistas, normalmente entre finais de Abril e início de Maio.

No entanto, para ter direito de voto nas assembleias gerais do banco são necessárias mil acções. Em termos práticos, caso o preço final da oferta sejam 5.000 Kz, e não haja rateio, o investidor que comprar o mínimo de acções disponíveis 25, deverá investir 125.000 Kz. Ao mesmo preço, caso pretenda comprar 1.000 acções, terá de investir 5 milhões Kz. E para comprar o valor máximo, 200.000 acções, deverá investir e ter na sua conta bancária 1.000 milhões Kz. As acções pertencem à classe de activos financeiros de renda variável, o que significa que não é possível prever exactamente quanto vai receber em dividendos no ano seguinte.

Entretanto com base no histórico de distribuição de dividendos do banco dos últimos 5 anos é possível ter uma perspectiva de vários cenários possíveis. Sendo as acções um activo de alto risco e alto retorno, quanto maior o risco, maior o retorno. Na apresentação feita pelo banco aos investidores que se pode encontra no site do BCGA explica-se que o maior valor de dividendo pago pelo banco por cada acção referente ao exercício do ano passado foi de 983 Kz. O menor dividendo pago por cada acção foi pago no final do exercício de 2018, no valor de 575 Kz.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: