Governo quer facilitar medidas de acesso ao financiamento produtivo

O ministro de Estado para a Coordenação Económica, Manuel Nunes Júnior, destacou esta terça-feira, 24, que uma das principais prioridades para este ano é a aposta da diversificação da economia, impulsionando o investimento privado e estimulando a liquidez nas empresas.

“O sector privado deverá constituir-se no motor de desenvolvimento do país”, sustentou Manuel Nunes Júnior, ao dirigir-se aos deputados no âmbito da apreciação, na especialidade, do Orçamento Geral do Estado para o exercício económico de 2023.

Para o efeito, garantiu que estão acauteladas medidas de facilitação de acesso ao financiamento produtivo, por parte do empresariado nacional, através do Banco de Desenvolvimento de Angola (BDA).

Defendeu que com esta proposta orçamental, o Executivo reforça a melhoria das condições socioeconómicas das populações, quer com a despesa do sector social (com um incremento de 1.201,2 mil milhões de kwanzas), quer com a despesa do sector económico (com um incremento de 631 mil milhões de kwanzas).

Teceu tais declarações, na sala Multiuso do Palácio da Assembleia Nacional, num encontro que contou com as presenças dos ministros da equipa económica e do sector real da Economia, que estiveram reunidos por cerca de 10 horas.

Fonte: CK

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: